sexta-feira, janeiro 13, 2006

Gaby & Company




Depois de dez anos de rock&roll, estrada e excessos de todo o tipo, Gaby Soner pôs fim à sua colaboração com a banda Capitan Flynn. Pensava que tinha dificultado a sua relação com os palcos, mas depressa se deu conta que isso era algo impossivel. Que se passou?
Com trinta e tal anos e uma vida feita (assim pensava), numa manhã ocorreu algo que mudaria para sempre a sua forma de ver a realidade.. agora pode dizer que foi uma experiência mistica, visto que afectou aquela parte da sua pessoa que até agora estava velada.
uma manhã, ao tomar o um café, leu um texto de Santa Teresa (aquele que diz: "No me mueve su Dios para quererte...") e durante vários dias deu voltas aquele texto. não sbe como explica-lo, mas foi o detonador para despertar o sentido da sua vida e de tudo que o rodeia.
a sua inquietação levou-o a procurar alguém que o aconselha-se, ppois começou a ter sentimentos desconhecidos para ele até então. Nessa procura encontrou os Irmãos Capuchinhos, mais concretamente com uma fraternidade de incersão que se tinha instalado no seu bairro. o diálogo com os Capuchinhos e a convivência dária com eles levou-o a interessar-se por Jesus de Nazaré em primeiro lugar e depois por Francisco de Assís.
Foi um tempo de graça, de descobrir coisas novas e recordar aquilo em que foi educado, mas que a vida e suas circunstâncias fizeram esquecer. Sem se dar conta, começou um percurso catecumenal, com leitura de livros, vivências, encontros, retiros... Tudo aquilo o apaixonava, e desejava saber e experimentar mais.
A sua fé ia-se consolidado, e os valores franciscanos começaram a fazer parte da sua vida. Sentia que tinha de fazer algo mais pelos desfavorecidos, e não só a nível teórico ou piedoso, por isso começou a colaborar na Cáritas da sua paróquia. Palavras como "irmão" ou "pobre" já faziam parte do seu vocabulário. Mas faltava algo ainda.
Um dia pegou na sua guitarra e cantou a Francisco de Assís. Deu-se conta de que podia colocar em música aquilo que estava sentindo e vivendo e começou a compor. De uma canção surgiu outra, e de outra um reportório, do reportório um disco e do primeiro disco, "Nustro mundo".
Isto o obrigou a permanecer nos palcos, e espero que seja por muito tempo.
Obrigado Gaby pelo teu testemunho.

3 comentários:

Confessionário disse...

Conheço e curto bem a sua música!

Confessionário disse...

Deixo este sótio que pode ser útil... Podia indicar muitos mais, mas agora é este:
http://www.delaraiz.com/index2.htm

lolekmusic disse...

Gaby and company::: Official Site
http://www.gabyandcompany.com

Bendiciones

Roberto Vega
Webmaster